Around the World

Things to see and do in two epic days in Edinburgh

Disclaimer: This site contains affiliate links to products. I may receive a commission for purchases made through these links at no extra cost to you.

Last Updated: April/2021

Are you visiting Edinburgh just for a couple of days and don’t know what to do? Here your can find a rookie guide to enjoy two epic days in Edinburgh.

I hope you enjoy!

Do what I say, don’t do what I do

My day to day is managing, scheduling, analyzing, and budgeting all day long. Although I love what I do, when it comes to my holidays, I sometimes do not manage them well. This one was an example of it, I booked last minute and in a hurry.

 In Brazil, we have a saying: “Em casa de ferreiro espeto de pau”.

In English, it would be something such as: “The shoemaker’s son always goes barefoot”. This is not a direct translation of the Brazilian proverb, but they do express the same idea.

I sometimes rely on luck to have a good holiday experience and I have to say. It hasn’t disappointed me as much.

This time, I had 2 days of holidays and I decided to go to Edinburgh… during the winter. Ask me if it was a good idea? The answer is: well…

Finding the best location to spend 2 epic days in Edinburgh

I have to say, I did hit the jackpot on the location of the hotel, I chose York Place as the area to stay and it was a great location. It was within walking distance of everything I chose to visit.

It was only when I got to the hotel, (you can get a tram from the airport to York Place) that I started to plan my trip. I guess that when you know how to plan, even a super last minute trip can be a pretty hassle-free one.

I arrived early and had not had any breakfast, so I went to a restaurant to have a typical Scottish breakfast. Dear Lord! It was a lot of food, but enough to keep me going for the rest of the day.

The Scottish do know how to feed people! 

Let the walking begin!

With my tummy full of meat, eggs, and other things that I am still not sure what they were, I went to the Botanic Gardens. 

I was very lucky to get a couple of sunny yet cold and windy days. At the same time, I missed an attraction in the Botanic Gardens because they were still making preparations for the annual Christmas Lights.

 I do enjoy walks outside and the greenery, so to me this was a beautiful time to relax. After that, I just walked until I saw an art gallery that for the life of me I don’t know the name.

No planning, remember?


So, I headed to Calton Hill by accident because I had no idea it was there and that it was walking distance from me. I just decided to go up a hill and see the view of the city. I had no clue it was THE hill.

And what a nice surprise, from there not only I could see the view of the city, I could see that I was also within walking distance to the Palace of Holyroodhouse, Edinburgh Castle and pretty much all the tourist attractions Edinburgh has to offer. What did I say? Two epic days in Edinburgh!

So down the Hill, I went to see the Palace of Holyroodhouse. This palace is still one of the official residences of the Queen and holds tremendous history behind its walls.

You have to go through some pretty narrow stairs to reach the room where conspiracy and murder happened. Creepy, but worth it if you are a history buff.

I am one of those people that imagines those who used to live there and what they had to go through. Not gonna lie, I left crept out, especially when I heard Queen Mary’s story on my audio guide.

Next, was another happy accident, as I was opening my map to figure out where the Royal Mile was, I looked up, there it was, the very beginning of the Royal Mile.

The Royal Mile is made of coffee, souvenir, and quilt shops which is alright for me as I just wanted to be there. If you are interested in the real Edinburgh maybe skip all of this and this blog post! 😀

The Royal Mile finishes in front of Edinburgh Castle, I went there at night 5-ish. This was their first Castle of Light extravaganza. A new event was created to most likely attract more people into the castle during the low season. And you know what? They did a pretty good job.


Of course, I was expecting more for the 20 pounds I paid. That being said, I am not sure what else I wanted from that, a hug from the Queen?

I left the city on my third day during lunchtime, so the only thing I did was eat some scones with jam and head to the Prince Street Gardens until it was time to take the tram back.

The interesting part of not planning is that you end up having many surprises, most of them were happy ones.

The downside is that not planning will make you go to an already cold place during winter and folks, not even 7 layers, yes I said 7, of clothing, will stop you from getting sick on the way back. Atchuu!

Planning the translation of your products is not a series of happy accidents.


O que fazer e para aonde ir em dois dias incríveis em Edimburgo

Aviso: Este site contém links afiliados a produtos. Eu posso receber uma comissão por compras feitas através destes links sem nenhum custo adicional a você.

Última atualização: abril/2021

Você vai visitar Edimburgo mas só tem dois dias e você não sabe o que fazer? Aqui você pode encontrar um guia para principiantes em como aproveitar 2 dias incríveis em Edimburgo

Espero que gostem!

Faça o que eu digo não faça o que eu faço

Meu dia a dia é gerenciar, programar, analisar e orçar o dia todo. Embora eu ame o que faço, quando se trata das minhas férias às vezes não as administro bem. Este foi um exemplo disso, eu reservei todo na última hora e na correria.

Sabe aquele ditado: “Em casa de ferreiro espeto de pau”?

Em inglês, seria algo do tipo: “O filho do sapateiro anda sempre descalço”. Os dois ditados não são uma tradução direta um do outro, mas eles expressam a mesma ideia.

Às vezes eu confio na sorte para ter uma boa experiência nas férias e pra ser sincera ainda não me decepcionei tanto assim.

Desta vez, tive dois dias de férias e decidi ir a Edimburgo… durante o inverno. Me pergunte se foi uma boa ideia? A resposta é: bem…

A melhor localização para hospedagem

Acertei na mosca na localização do hotel, escolhi York Place como a área para ficar e foi uma ótima localização. Estava a uma curta distância a pé de todas as coisas que escolhi visitar.

Quando cheguei ao hotel, (você pode pegar um trem de superfície do aeroporto para York Place), foi quando comecei a planejar minha viagem. Quando se sabe planejar, até uma viagem de última hora pode acaba sendo sem estresse.

Como cheguei cedo e não tinha tomado café da manhã, fui a um restaurante para tomar um típico café da manhã escocês. Caramba! Era muita comida, mas o suficiente para me manter sem fome durante o resto do dia.

Bora caminhar!

Com o estômago cheio de carne, ovos e outras coisas que ainda não tenho certeza do que eram, fui ao Jardim Botânico.

Tive muita sorte de pegar uns dias ensolarados, ainda que frios e com muito vento. Uma pena que perdi uma atração no Jardim Botânico, eles ainda estavam fazendo os preparativos para as Luzes de Natal que acontece todos os anos.

Eu gosto de passear no meio do verde, então para mim este foi um belo momento para relaxar. Depois disso, apenas caminhei até ver uma galeria de arte que por nada na vida lembro do nome.

Fui sem planejamento, lembra?

No segundo dia, eu comi uma omelete incrível com presunto. Não tenho fotos dela porque não vou tirar fotos de uma omelete, aí não né?

Fui até Calton Hill por acidente porque não tinha ideia de que estava lá e que estava tão perto do meu hotel. Decidi apenas subir uma colina e ver a vista da cidade. Eu não tinha a menor noção que aquele era A Colina.

E que surpresa boa, dali eu pude ver não só a vista da cidade, mas também que estava bem perto do Palácio de Holyroodhouse, do Castelo de Edimburgo e de praticamente todas as atrações turísticas que Edimburgo tem a oferecer.

Então, desci o morro e  fui ver o Palácio de Holyroodhouse. Este palácio ainda é uma das residências oficiais da Rainha e guarda uma tremenda história por trás de suas muralhas.

Você tem que passar por algumas escadas bem estreitas para chegar à sala onde aconteceu conspiração e assassinato. É assustador, mas vale a pena se você for um fã de história.

Eu sou uma dessas pessoas que imagina aqueles que viviam lá e imagina o que eles tiveram que passar. Não vou mentir, saí assustada, especialmente quando ouvi a história da Rainha Maria em meu audioguia.

Logo em seguida foi outro bom acidente, quando eu estava abrindo meu mapa para descobrir onde ficava a Royal Mile eu olhei para cima, e dei de cara com a placa escrito Royal Mile, peguei a dita logo no comecinho.

A Royal Mile é basicamente feita de cafés, lojas de souvenir e lojas de kilt, o que para mim tá bom, eu só queria estar lá. Se você está interessado na verdadeira Edimburgo, largue isso tudo inclusive essa postagem no blog e vá lá conhecer!

A Royal Mile termina em frente ao Castelo de Edimburgo, eu fui lá à noite, lá pelas 5 da tarde. Este foi seu primeiro Castle of Light. Um novo evento que foi criado muito provavelmente para atrair mais pessoas para o castelo durante a baixa estação. E você sabe de uma coisa? Eles fizeram um trabalho muito bom.

É claro, eu esperava mais pelas 20 libras que paguei. Dito isto, não tenho certeza do que mais eu queria disso, um abraço da Rainha?

Deixei a cidade no meu terceiro dia durante o almoço, então a única coisa que fiz foi comer alguns scones com geléia e seguir para o Prince Street Gardens até chegar a hora de pegar o trem de volta.

A parte interessante de não planejar é que você acaba tendo muitas surpresas, a maioria delas desta vez, foram felizes.

O lado negativo é que não planejar fará você ir a um lugar que normalmente já é frio durante o inverno e gente, nem mesmo 7 camadas, sim eu disse 7, de roupas, evitarão que você fique doente no caminho de volta. Atchim!

Planejar a tradução de seus produtos não é uma série de bons acidentes. Aprenda mais sobre o assunto!

%d bloggers like this: