Business Talk

How to manage a crisis

Last update: March/2020

Thoughts on how the localization industry is coping with the pandemic.

Hello there!

I hope you are safe and well 🙂 

In today’s topic, I will discuss the challenges we have been facing as business owners during the pandemic.

During this time of isolation, I have been looking for things to do for personal and professional development. As I searched online for webinars or online courses in translation and localization, I have found an online conference called #locfromhome, all dedicated to localization and promoted by SmartCat.

Smart Cat is a platform and translation tool used for localization and translation projects which I have been looking very closely lately as it seems to be a more forward-thinking company than other tools on the market. It helps take the hassle of dealing with complicated files and facilitates the linguist’s job.

In this 12 hour online conference, panelists shared their thoughts on how the COVID-19 outbreak has affected the localization industry and analyzed how growth can be achieved along with predictions for the future of the industry.

If you haven’t had the chance to attend it, I will share with you now my take on some points approached by the panelists.

Although the conference was specific to the localization industry, the discussion can be applied to other fields as well.

Overall opinion:

Has the industry been impacted? Yes, have all the segments of the localization industry been impacted. No.

While some of the segments of the industry have plummeted, others have not stopped or reduced production. In fact, some segments are thriving.

The segments of the translation industries that have been impacted were those that serve sectors that have been largely affected by the pandemic.

Here are some examples of sectors impacted: Travel, automotive entertainment such as concerts, theater plays, and all small and large events that gather people.

As we know, where there is a challenge there is also an opportunity. Subtitling, e-learning, gaming, e-commerce, and entertainment such as Netflix, Hulu, Amazon Prime, and all other streaming services have seen an impressive amount of content in need of localization services.

One thing that the panelists seemed to agree on, is that in terms of switching from working in an office environment to working from home, was a seamless experience. 

This is because localization departments and agencies are technology-driven, meaning their tools are the latest in the market and oftentimes, in the cloud which makes the switch from office to home office less of a struggle.

Working in Times of Crisis:

How to approach clients, manage employees and re-evaluate your processes

Communicate with your client to understand their pipeline. In this way, you can try to forecast your next move.

Be more personal with them. Offer more quality than quantity and a better-tailored proposal to their needs. Do not share promotional content at the moment.

Build stronger relationships with your team. You can achieve this by calling or sending a Slack message. Some panelists shared that they have Happy Hours or coffee together on a Zoom call to catch up.

Train or re-train your employees into new technologies and new processes that will make you come out stronger from the pandemic. Don’t forget your employees are your best assets.

To avoid making your employees redundant or furloughed, try to re-distribute the work. It’s not a solution, but it helps remedy an incredibly difficult situation while keeping all a bit occupied. If you deal with external contractors, you can also apply the same idea. Instead of sending a job to an agency, you can send it to linguists who are already in your translator’s pool as resources, spreading the work more evenly.

Find ways to lower your costs, this doesn’t mean layoffs. Letting your employees go can cause a higher problem once this situation ends. You will have to train new people all over again. Instead, find ways to diversify your business, be creative!

You can help lower your costs by using the extra time in your hands to do some cleaning in your processes. All that is not working has to go. It’s time to innovate! Think about your workflows, automation of processes, and marketing collateral that can be created or revised.

Suffice to say, be mobile! Take your system to the cloud. This might not be the last time we live in such a situation. We might have to go into lockdown later on again as viruses mutate and vaccines are not evenly distributed to all. Think forward, invest in yourself and your employees if you have any.

Is there a possibility for growth?

Of course! As mentioned before, some segments are thriving. The pattern of growth after a crisis is for the market to get better. The speed at which this will happen, at this time is anyone’s guess. But we will overcome this, as business owners, freelancers, employers, and most of all as a society.

I will use one of the cycles of development shown by one of the panelists: Plan, build, test and review. Use this structure to apply as a guideline for your business.

Look for opportunities to partner with other businesses, we are all trying to figure a way out.

I think that if I could sum up 12 hours of the conference, I would say: 

Connect. Be Creative. Be Empathetic. Innovate

2020 will be known as the year where the world stopped. Times are changing, once we are finally free to go out, we might find a completely different reality. Just those adaptable will make it. So prepare yourself, read, keep in touch with your peers, listen to your buyer.

Before the rainbow there’s rain and we will get out of this but unfortunately, we will have to get wet first.

We’re here to listen to your needs. We understand that times are tough, but I am sure that you have many ideas that you would like to discuss and evaluate their viability.

Send us a message and let’s talk!

We believe in partnerships

Última atualização: março/2020

Como a indústria de localização está lidando com a pandemia.

Olá!

Tudo bem? 🙂

Hoje, vou discutir os desafios que temos enfrentado como proprietários de empresas durante a pandemia.

Durante este tempo de isolamento, tenho procurado aumentar desenvolvimento pessoal e profissional. Fiz uma pesquisa online por webinars ou cursos online de tradução e localização, encontrei uma conferência online chamada #locfromhome, toda dedicada à localização e promovida pelo SmartCat.

Smart Cat é uma plataforma e ferramenta de tradução utilizada para projetos de localização e tradução, tenho avaliado essa ferramenta de pero ultimamente porque me parece uma empresa mais voltada para o futuro se comparada a outras ferramentas no mercado. Ela ajuda a lidar com arquivos complicados e facilita o trabalho do tradutor.

Durante as 12 horas de conferência, os painelistas compartilharam suas ideias sobre como o surto de COVID-19 afetou a indústria de localização e analisaram como crescimento pode ser alcançado junto com as previsões para o futuro da indústria.

Se você ainda não teve a oportunidade de participar, eu vou compartilhar com você minha opinião sobre alguns pontos abordados pelos painelistas.

Embora a conferência tenha sido específica para a indústria de localização, a discussão também pode ser aplicada a outros campos.

Opinião geral:

O setor foi impactado? Sim, todos os segmentos da indústria de localização foram impactados. Não.

Enquanto alguns dos segmentos da indústria reduziram sua produção, outros não reduziram ou pararam, na verdade, alguns segmentos estão prosperando.

Os segmentos das indústrias de tradução que foram impactados foram aqueles que atendem setores que foram amplamente afetados pela pandemia.

Aqui estão alguns exemplos de setores impactados: turismo, entretenimento, automotivo, concertos, peças teatrais e todos os pequenos e grandes eventos que reúnem pessoas.

Como sabemos, onde há um desafio, há também uma oportunidade. Legendagem, e-learning, games, comércio eletrônico e entretenimento como Netflix, Hulu, Amazon Prime, e todos os outros serviços de streaming têm visto uma quantidade impressionante de conteúdos que necessitam de serviços de localização.

Um assunto que todos os panelistas pareciam concordar, é que a mudança de trabalhar em um escritório para trabalhar em casa, foi uma experiência sem muitos problemas.

Isto porque os departamentos e agências de localização são movidos pela tecnologia, o que significa que suas ferramentas são as mais modernas do mercado e, muitas vezes na nuvem, o que torna a mudança do escritório para o home office menos complicada.

Trabalhando em Tempos de Crise:

Como abordar os clientes, gerenciar os funcionários e reavaliar seus processos

Converse com seu cliente para compreender seu pipeline. Desta forma, você pode tentar prever o seu próximo passo.

Seja mais pessoal com eles. Ofereça mais qualidade que quantidade e uma proposta mais adaptada às suas necessidades. Não compartilhe conteúdo promocional neste momento.

Construa relações mais fortes com sua equipe. Você pode conseguir isso ligando ou enviando uma mensagem por Slack ou Skype. Alguns painelistas compartilharam que têm Happy Hours ou café juntos em uma chamada de Zoom para colocar a conversa em dia.

Treine ou re-treine seus funcionários em novas tecnologias e novos processos que o farão sair mais forte da pandemia. Não se esqueça de que seus funcionários são seu melhor patrimônio.

Para evitar que seus funcionários se sejam demitidos, tente redistribuir o trabalho. Não é uma solução, mas ajuda a remediar uma situação incrivelmente difícil, mantendo todos um pouco ocupados. Se você lida com mão de obra terceirizada, você também pode aplicar a mesma ideia. Em vez de enviar um trabalho para uma agência, você pode enviá-lo a tradutores que já estão na sua lista de interna, distribuindo o trabalho de forma mais uniforme.

Encontre maneiras de reduzir seus custos, isto não significa demissões. Deixar seus funcionários irem embora pode causar um problema maior quando esta situação terminar. Você terá que treinar novas pessoas para o cargo. Ao invés disso, encontre maneiras de diversificar seus negócios, seja criativo!

Você pode ajudar a reduzir seus custos usando o tempo extra em suas mãos para fazer uma limpeza em seus processos. Tudo o que não está funcionando tem que ser ir embora. Chegou a hora de inovar! Pense em seus fluxos de trabalho, automação de processos e marketing colateral que podem ser criadas ou revisados.

Não é preciso dizer, seja móvel! Leve seu sistema para a nuvem. Esta pode não ser a última vez que vivemos uma situação como essa. Talvez tenhamos que entrar novamente em lockdown em um outro momento, já que os vírus mutam e as vacinas não são distribuídas uniformemente a todos. Pense no futuro, invista em você e em seus funcionários caso tenha algum.

Existe uma possibilidade de crescimento?

Claro que sim! Como mencionado anteriormente, alguns segmentos estão florescendo. O padrão de crescimento após uma crise é que o mercado melhore. A velocidade com que isso vai acontecer, neste momento, ninguém sabe. Mas vamos superar isso, como empresários, freelancers, empregadores e, acima de tudo, como sociedade.

Vou utilizar um dos ciclos de desenvolvimento mostrados por um dos panelistas:

Planejar, construir, testar e revisar. Use esta estrutura para aplicar como uma diretriz para seu negócio.

Procure oportunidades de parceria com outros negócios, todos nós estamos tentando descobrir uma saída.

Penso que se eu pudesse resumir 12 horas da conferência, eu diria:

Conecte-se. Seja Criativo. Seja Empático. Inove.

2020 será conhecido como o ano em que o mundo parou. Os tempos estão mudando, quando finalmente estivermos livres para sair, poderemos encontrar uma realidade completamente diferente. Só os mais adaptáveis sobreviverão. Portanto, prepare-se, leia, mantenha contato com seus colegas de trabalho e ouça o seu comprador.

Antes do arco-íris há chuva e nós vamos sair desta, mas infelizmente, teremos que nos molhar primeiro.

Estamos aqui para ouvir suas necessidades. Entendemos que os tempos estão difíceis, mas tenho certeza que você tem muitas ideias que gostaria de discutir e avaliar sua viabilidade.

Envie-nos uma mensagem e vamos conversar!

Acreditamos em parcerias

%d bloggers like this: